Quiz #69: Cuidados pós parada

Tempo de leitura: 3 minutos

Hoje é o dia de testar os seus conhecimentos e aprender com a resposta completa do Quiz aqui no Blog!

Hoje o tema é cuidados pós parada. Para comentar a questão do nosso quiz, convidamos Drº. Daniel de Castro Azevedo.

Instrutor ACLS com número de registro 12120138517 da AHA

Formado em 2005 na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), clínico com residência MEC no hospital Semper e geriatra com residência MEC no HC-UFMG. DR Daniel coordenou o pronto atendimento do hospital Semper e a Residência de Clínica do mesmo serviço entre 2010 e 2012.

Instrutor e diretor do curso ACLS desde 2007, participou de mais de 220 cursos, tendo contribuído com a formação de mais de 5 mil alunos nesse período. DR. Daniel é um dos primeiros instrutores do ACLS EP (para o profissional experiente) do Brasil e, atualmente, é o diretor de ensino do curso ACLS da Somiti.

Quiz #69: Cuidados pós parada
Quiz #69: Cuidados pós parada

O quiz é oportunidade de testar seus conhecimentos sobre temas importantes do dia a dia do atendimento na urgência, emergência, pré-hospitalar e terapia intensiva.

Hoje a questão é sobre cuidados pós parada.  Para aprofundar seus estudos, não deixe de consultar as referências bibliográficas.

Pronto para testar os seus conhecimentos? Então vamos lá!!

Questão

Todos os cuidados abaixo são considerados cuidados pós parada, exceto:

a) Cateterismo de urgência para angioplastia primária nos casos de IAM com supra ou mesmo nos casos sem supra, nos pacientes ressuscitados de FV e com suspeita clínica de IAM.

b) Controle direcionado de temperatura de 32-36 °C por pelo menos 24 horas para os pacientes ressuscitados de FV fora do ambiente hospitalar que persistem comatosos no pós parada.

c) Evitar hiperventilação buscando PETCO2 alvo de 35-45 mmHg no capnógrafo com forma de onda, mantendo 10  ventilações por minuto com volume corrente de 6-8 ml por Kg de peso no respirador. Evitar hiperóxia, com oximetria alvo maior ou igual a 94% com a menor FIO2 possível.

D) Iniciar amiodarona na dose de impregnação de 1mg/min por 6 horas, reduzindo para 0,5 mg nas próximas 18 horas (dose total de 900 mg em 24h) para evitar potenciais arritmias no pós parada de FV.

Comentário

O uso rotineiro de antiarritimicos não está indicado como cuidado pós parada, nem mesmo no pós parada de FV, nem mesmo se tiver sido usado um antiarrítmico durante a parada (letra E errada). A indicação atual de antiarrítimicos no pós parada se restringe para o tratamento de arritmias no pós parada, mas não de forma profilática.

Atenção: O alvo do controle de temperatura foi atualizado em 2015: 32 a 36 C por pelo menos 24hs!

Resposta certa

Letra D – Iniciar amiodarona na dose de impregnação de 1mg/min por 6 horas, reduzindo para 0,5 mg nas próximas 18 horas (dose total de 900 mg em 24h) para evitar potenciais arritmias no pós parada de FV.

Referência:

https://eccguidelines.heart.org/wp-content/uploads/2015/10/2015-AHA-Guidelines-Highlights-English.pdf



Curta a página da Somiti no Facebook e mantenha-se atualizado em Terapia Intensiva, Urgência e Emergência.

Para se capacitar acesse o site do nosso centro de treinamento e conheça nossos cursos. Com a proposta de capacitar os participantes a salvarem vidas, promovemos cursos a um valor acessível, sem fins lucrativos, apenas para cobrir os custos de realização.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *