2 minutos Conhecimento que faz diferença A sobrevida de um paciente que tem uma parada cardiorrespiratória (PCR) em ambiente hospitalar ou extra-hospitalar está diretamente relacionada ao reconhecimento precoce da condição, o início das manobras de ressuscitação o mais precoce possível, seja por leigo ou profissional da área, e a desfibrilação precoce. Para tanto, é de extrema importância o conhecimento e treinamento das medidas de ressuscitação a serem adotadas numa situação de emergência. O rápido reconhecimento de uma PCR, com o início precoce das manobras Continue lendo